quarta-feira, 19 de maio de 2010

Feira De Scarborough - Cantiga


Scarborough Fair-Canticle
Simon & Garfunkel

Você está indo à feira de scarborough?
Salsa, salvia, alecrim, e tomilho
Relembre-me a alguém que vive lá
Ela outrora foi o meu verdadeiro amor

Diga a ela para fazer-me uma camisa de cambraia
(No lado de uma colina, na profunda floresta verde)
Salsa, salva, alecrim, e tomilho
(Seguindo o rastro de um pardal crista-de-neve no chão)
Sem nenhuma costura ou trabalho de agulha
(Cobertores e roupas de dormir da criança da Montanha)
Então ela será o meu verdadeiro amor
(Dormem ignorados de um chamado de claridade)

Diga a ela para encontrar-me num acre de terra
(No lado de uma colina, um salpicado de folhas)
Salsa, salvia, alecrim, e tomilho
(Lavam o chão com algumas lágrimas)
Entre a água salgada e a praia
(Um soldado limpa e poli uma arma)
Então ela será o meu verdadeiro amor

Diga a ela para ceifar com uma foice de couro
(Foles de guerra, brilhando em batalhões escarlates)
Salsa, salvia, alecrim, e tomilho
(Generais ordenando seus soldados para matar)
E para colher tudo com um ramo de urze
(E para combater por uma causa que eles há muito esqueceram)
Então ela será o meu verdadeiro amor

Você está indo à feira de scarborough?
Salsa, salvia, alecrim, e tomilho
Relembre-me a alguém que vive lá
Ela outrora foi o meu verdadeiro amor

http://letras.terra.com.br/simon-e-garfunkel/36251/traducao.html