quarta-feira, 12 de maio de 2010

Dirigir demais causa câncer de pele


Essa vai para os motoristas: de acordo com um novo estudo da Universidade de Saint Louis, nos Estados Unidos, muitas horas atrás do volante podem causar câncer de pele.

Pessoas que dirigiam apresentavam câncer de pele facial no lado esquerdo – justamente o lado da janela do motorista de carros convencionais (os ingleses, que dirigem do “lado errado”, não foram abordados na pesquisa). E o câncer ocorria, principalmente, em homens.

O estudo analisou pouco mais de mil pessoas e precisa ser feito em uma população maior para que o elo entre a doença e a direção seja comprovado. No entanto, já é possível que a pesquisa chame a atenção das empresas fabricantes de automóveis para a colocação de vidros com proteção contra os raios ultravioleta do sol.

Os raios de sol podem ser divididos em dois tipos, os UVB e os UVA. Os UVB causam as queimaduras de sol e são os responsáveis pelo tipo mais comum de câncer de pele, que raramente é letal. O UVA penetra mais profundamente na pele, causa rugas e tipos de câncer de pele mais violentos e de desenvolvimento mais rápido.

Janelas com proteção podem filtrar os raios UVB, mas não os UVA. Sendo assim, enquanto novos vidros não forem desenvolvidos, dermatologistas recomendam o uso de filtro solar e de roupas que protejam seus braços quando for dirigir. [LiveScience]

http://hypescience.com/dirigir-demais-causa-cancer-de-pele/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

HYPESCIENCE