quarta-feira, 12 de maio de 2010

Quão mortífera é a vespa do mar?


Uma garotinha australiana de 10 anos, chamada Rachel Shardlow, foi “abraçada” por uma água-viva da espécie vespa do mar. A cubomedusa australiana é tão perigosa que é incrível que Rachel tenha sobrevivido ao ataque e médicos e biólogos estão estudando seu caso.

Não há nenhum número oficial, mas estima-se que mais de cem pessoas morram todos os anos devido a esse animal. Apenas nas Filipinas é normal que 20 a 40 pessoas sejam mortas pela vespa do mar. Mas, como certidões de óbito com a causa da morte não são necessárias em alguns países, os números podem ser bem maiores.

A vespa do mar, que figura em posição ‘privilegiada’ em nossa lista com os 10 animais mais mortíferos do mundo, possui tentáculos cobertos por cnidocistos – orifícios que contém uma carga de veneno e um pequeno ferrão para injetar a substância. Assim que o ferrão fura a pele o cnidocisto libera o veneno que, por sua vez, causa variação na pressão sanguínea e, eventualmente, parada cardíaca.

Ao contrário de outros tipos de água viva, a vespa do mar é uma nadadora ágil, já que possui 24 olhos que detectam qualquer obstáculo em seu caminho.

Normalmente, águas vivas maiores são mais perigosas, já que seus tentáculos possuem mais cnidocistos, mas garanto que você não ia querer encarar um abraço da vespa do mar.[LiveScience]

http://hypescience.com/quao-mortifera-e-a-vespa-do-mar/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

HYPESCIENCE